sexta-feira, 10 de agosto de 2012

VNX vira atração em Supermercado!

          Um dono de supermercado de Sucatas teve a felicidade de comprar da WebJet o PP-VNX, um 737-300 da VARIG, imaginem que o Sr. Bim, dono do "Supermercado de Sucatas Bim" colocou a carcaça da aeronave como atração em seu estabelecimento e as escadas da aeronave que ganhou de "brinde" colocou junto do próprio 737 e outra para acesso em sua casa, meu próximo objetivo será descobrir onde é este lugar.Vamos acompanhar na íntegra:

Origem: Site Rac (Clique para ver a notícia no site e outras fotos!)


"Dois aviões são atrações do Supermercado de Sucata
Um deles, aliás, gerou bastante polêmica em junho de 2010, quando o Correio noticiou que o avião estava em um terreno, gerando reclamações dos moradores

          O aeroporto está bem longe dali, mas quem caminha na Estrada Velha de Indaiatuba sente-se um pouco mais próximo do céu. Basta olhar à direita, na altura do km 7,8, e ver a última compra do empresário Vitorio Bim: a sucata de um avião da Varig direto da empresa Web-jet, de São José dos Campos. Em obras há três meses, o veículo de 33 metros de comprimento e 11 de altura não transporta mais nenhum dos 140 passageiros que costumava - afinal, nem chão tem mais. Mas mesmo assim não perde o impacto.

         Dono da empresa de Sucatas Bim, o empresário de 58 anos já tinha dois aviões na coleção. O primeiro, adquirido entre 1999 e 2000, é uma das atrações do 'Supermercado de Sucatas', mas não se compara em tamanho aos outros dois. Um deles, aliás, gerou bastante polêmica em junho de 2010, quando o Correio noticiou que o avião estava em um terreno, gerando reclamações dos moradores. Desde então, Bim transportou o veículo do antigo terreno para o atual sucateiro e espera por compradores.

          'Tudo isso que faço é justamente para aproveitar o material. Ficamos conhecidos por esses aviões na entrada da empresa. Eles chamam a atenção das pessoas', afirma Vitório Bim. Na última compra, feita em 2009, o empresário garantiu a carcaça do avião da Varig por R$ 60 mil e ainda ganhou dois brindes: as escadas usadas pelos passageiros para subir ao avião. Uma segue ao lado da aeronave. A outra virou acesso à sua casa, ao lado do sucateiro. 'Vamos fazer uma parte de visitação aqui dentro da cabine. Não temos mais o piso, mas a ideia é abrir para as pessoas conheceram como é um avião por dentro', explica."

Nenhum comentário:

Postar um comentário