segunda-feira, 21 de novembro de 2011

A idéia da Rosa-Dos-Ventos!

          Muita gente me pergunta, quem foi o gênio que teve a ideia de colocar a rosa-dos-ventos como logotipo da VARIG, se bem me lembro, já recebi alguns 3 emails com essa mesma pergunta.Então hoje eu vou finalmente explicar para vocês de onde surgiu esta grande ideia.
          Em 1961 a VARIG torna-se acionista majoritária da sua maior concorrente regional, a Real Aerovias, consolidando a compra de 100% das ações em 1º de Setembro de 1962. Ainda neste belo ano, a VARIG estava em ampla expansão, chegaram os Caravelle que substituíram os Constellation, logo chegou o primeiro Electra, ou seja, foi um período muito importante para a VARIG e para a aviação comercial brasileira como um todo, um período de grandes mudanças.Ao final de 1962 a VARIG já ocupava a posição de maior empresa aérea da América-Latina, e o "seu" Berta com muita visão decidiu que era de a companhia ter sua própria identidade, ele queria literalmente uma renovação visual, algo que mostrasse todo o crescimento e sucesso da VARIG.A solução para o empasse de Berta chegou pelas mãos do artista plástico gaúcho Nelson Jungbluth, na época ele era o principal diretor de arte do departamento de publicidade da Pioneira.A ideia era genial, assim como Berta e o próprio Nelson.Forte, atemporal, universal, a nova marca agradou e muito ao "seu" Berta que rapidamente mandou aplica-la ao    C-47 PP-VBP, que foi a primeira aeronave assim adornada.

          Vocês conseguem imaginar a emoção que deve ter sido quando aquela aeronave saiu do hangar?! Deve ter sido uma emoção indescritível.Ruben Berta ouviu elogios, as reclamações e, como era de costume respondeu que a nova marca seria realmente aquela, "seu" Berta sempre foi decidido, nunca foi o tipo de pessoa que volta atrás com as palavras, e com a nova identidade visual não foi diferente, e ele estava realmente certo, pois a identidade se manteve durante anos, e se mantem até hoje, de uma forma bem modificada, mas a VRG Linhas Aéreas ainda utiliza o azul e ao menos parte da rosa-dos-ventos que agora se tornou laranja.Além de ouvir cuidadosamente as opiniões dos mecânicos, comissários entre outros, Berta ouviu também a opinião dos pilotos que sentiram falta do Ícaro, que segundo os próprios pilotos era o companheiro de voo da VARIG e até aquele momento o símbolo da companhia, os pilotos exigiram a volta do Ícaro, e Ruben Berta, atendeu ao pedido, e fez ainda melhor, mandou colocar o personagem dentro de um campo oval , aplicado bem pertinho dos pilotos, ou seja, um pouco atrás das janelas da cabine de comando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário